Roda Punk não é só quebração

09 outubro 2013




Encontrada em: http://themetalresistance.tumblr.com/post/58667310801

Ninguém nunca me disse, mas talvez muitos já devem pensado algo como: "esses rockeiros... dizem que Rock não é só rebeldia, depois vão naquelas rodas punk quebrar tudo e bater uns nos outros". Primeiramente devo adiantar quer nem todos gostam de ir na Roda Punk, eu particularmente não gosto muito, pois geralmente falta ânimo pra isso. Eu em festa é mais ou menos assim: eu vou sozinha mesmo, porque minhas amigas não curtem Rock, procuro um lugar pra sentar, e fico lá até o fim, vendo as bandas e quem sabe conversando com alguém. Talvez eu fique com alguém, talvez não. Pra mim não importa, eu nem estou saindo muito, porque ando sem dinheiro, só vou quando é de graça, sem ter o que comemorar nem nada. E não, não sou a única que fica lá sentada, tem muitos rockeiros que não fazem questão de participar de uma roda Punk ou de dançar mostrando uma felicidade que não sentem, simplesmente porque não se animam, não daria muito certo expressar.
"Como assim ânimo? Então quem vai nas rodas punk, vai porque tá empolgadinho pra quebrar tudo?". Não. Ou sim, depende, tem louco pra tudo. Mas elas não são apenas aquela quebração toda, a Roda Punk consiste na expressão de sentimentos, no extravasar da ira, do ódio, do rancor, é o único lugar que podemos ir, socar, bater, quebrar, sem sermos chamados de loucos por isso. As pessoas olham e pensam que são só rockeiros sendo rockeiros, e realmente, é isso. São rockeiros sendo rockeiros, e colocando pra fora todo o ódio reprimido, muitos batem e socam pensando naquele amor que o decepcionou, na amizade que o traiu, nas humilhações que já passou, a raiva faz com que o sangue suba, e eles vão lá colocar tudo para fora.
"Então quem costuma ficar sentado não tem raiva de ninguém? É pacifista?". Não, na minha opinião, todos tem uma certa quantidade de rancor dentro de si, a diferença é que alguns assumem, outros escondem isso em palavras como o perdão e a superação, mas se esquecem que perdoar não significa que você esqueceu, e superar também não apaga as lembranças. Se quiser apagar as lembranças, basta bater bem forte com a cabeça, porque só uma amnésia resolveria esse tipo de coisa. Quem deixa de ir nas rodas punk, pode ter até mesmo mais sentimentos do que quem está lá, mas não bons, talvez até piores, mas para ir em roda punk, é necessário um certo estímulo, é necessário deixar que certos sentimentos fluam, e nem todos deixam isso acontecer. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!