E se?

24 janeiro 2014


"E" é uma simples palavra. Sozinha ela não representa nada.
"Se" é outra simples palavra. Sozinha ela também não representa nada.
Mas quando as palavras "E" e "Se" se unem em uma frase, essa frase pode te atormentar pelo resto de sua vida ou até mesmo acabar com ela.
Quantas vezes essas palavras se uniram para te deixar nervoso ou com medo?
Quantas vezes elas te fizeram desistir?
"Eu amo fulano(a) de tal, e quero me declarar. Espera... e se?"
"Eu quero fazer faculdade. Quero estudar muito e passar no vestibular. Espera... e se?"
"Eu quero ir embora da casa dos meus pais. Quero usar o salário do meu emprego, pagar minhas contas e ser independente. Espera... e se?"
"Eu quero me reconciliar com aquele amigo que não me falo há muito tempo. Espera... e se?"
Só tem uma frase pior do que "E se", e essa frase é "Eu desisto".
Não deixe as condições de seu "E se" sugarem a sua vitória, não deixe que essa frase o faça desistir de algo. Toda escolha tem seus riscos e condições, tudo tem seu lado bom e seu lado ruim. Vai ser terrível se você tentar em vão e dar errado. Mas pense: vai ser maravilhoso se você tentar até o fim e der certo. Não importa quantas falhas ocorram, ou quantas pedras apareçam no caminho. Tente, arrisque, ou jamais saberá como seria. E morrerá arrependido por ter desistido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!