Viajar

19 janeiro 2014


Encontrada em: http://anagarner.blogspot.com.br/2012_01_01_archive.html
Viajar. Viajar pra se encontrar, viajar pra poder pensar. Viajar pra encontrar a paz. Viajar para ver novas e belas paisagens. Viajar sem data pra voltar. Viajar sem destino definido. Apenas uma mochila nas costas, uma câmera e dinheiro vivo para gastar no que quiser. Ah... quem dera.
Viajar. Viajar com os amigos. Viajar para sorrir. Viajar para dar risadas. Viajar para tirar fotos. Viajar para fazer vídeos. Viajar para dormir fora. Para comer comida nova. Viajar para ler no ônibus ou avião. Viajar para dividir os fones de ouvido com sua irmã, melhor amiga, ou namorado (caso possua).
Viajar. Viajar para o campo. Para sentir o vento soprar. Para dormir em uma rede, quem sabe até acampar. Viajar para ver as vacas, os carneiros. Para comer queijo colonial e milho verde. Para andar por um gramado enorme. Para tomar banho de cachoeira, já pensou se tiver? Sentir a água gelada molhando o corpo e os cabelos... jorrar água nos irmãos ou amigos. Se divertir como se fosse criança outra vez.
Viajar. Viajar para a praia. Observar uma ilha deserta que há no horizonte. Tomar banho de mar no final da tarde, quando tudo está vazio e não resta ninguém. Ler enquanto se bronzeia. Dormir em uma rede. Caminhar na beira da praia catando conchinhas por onde for. 
Viajar. Ter um tempo para si, para a mente descansar. Viajar. Alimentar a nostalgia, e moldar novas memórias. Ter bons momentos para lembrar outro dia, antes de dormir. Ter fotos para ver e vídeos para assistir com carinho. Objetos para usar ou enfeitar apenas. Fazer amigos por onde passa, mesmo que não dure. Ao menos rende sorrisos. 
Viajar. Olhar para a janela do ônibus e resolver tirar fotos dali mesmo, ou fazer um vídeo para editar mais tarde, mesmo que o mesmo fique uma porcaria. Ao menos serve de recordação. Viajar. Olhar para a janela do ônibus e ter mil pensamentos sobrevoando em sua mente, sem que nenhum deles o enlouqueça como de costume. Apenas o faça relaxar e quase dormir ali mesmo. 
Viajar. Sentir o vento no rosto, e a paz no coração. Ter sempre uma piada para contar em qualquer momento, seja ele bizarro ou não. Viajar. Ter sempre ideias do que fazer mesmo em um lugar conhecido por seu tédio infinito. Viajar. Valorizar aquele momento no qual se tem apenas um colchão, bons amigos e muito carinho para dar. Momentos simples que transformam o dia.
 Viajar. Apenas viajar e valorizar seja como for a viagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!