5 Filmes Legais da Lindsay Lohan

29 março 2014



Podem falar o que quiserem, mas sim, eu gosto da Lindsay Lohan apesar de tudo. Antes de entrar para o mundo das drogas ela era uma ótima atriz e eu adorava ver os filmes dela (na verdade eu ainda adoro), porque ela tem um talento inegável para a atuação. Sem falar que eu morro de inveja do fato de ela ser ruiva natural, pena que ela pintou o cabelo, sei que era por causa da vida artística, mas já vou dizendo: se o seu cabelo é ruivo natural, não renegue ele porque você recebeu uma bênção divina, minha filha! Agora, dando um stop na enrolação, bora mostrar os filmes dela que eu mais gostei de assistir?

Operação Cupido: Quem nunca assistiu esse filme definitivamente não tem televisão, ele já passou milhares de vezes na sessão da tarde, na Disney, e não importa o quanto o tempo passe, eu nunca vou me cansar de ver. s2 Hallie e Anny são duas irmãs gêmeas que foram separadas desde pequenininhas, graças ao rompimento de seus pais em pleno noivado. Elas crescem, fazem 11 anos e acabam indo parar no mesmo acampamento, onde se conhecem e decidem trocar de lugar na tentativa de tentar unir seus pais novamente. 

A Boneca que Virou Gente: Esse filme deu algumas vezes na sessão da tarde, e eu, que devia ter uns 13 ou 14 anos, ainda não trabalhava e acabei assistindo. Não sei se vocês conhecem, mas ele fala sobre Casey, uma menina de mais ou menos 11 anos que perdeu sua mãe, e desde então, se isolou socialmente, parando de sair com suas amigas. Um dia, ela encontrou na internet um livro que traria sua mãe de volta à vida, e acabou roubando-o de uma livraria (isso mesmo, roubando). No dia que ela decidiu fazer feitiço era seu aniversário, e seu pai trouxera uma companheira dele para comer junto com eles. Ela deu uma boneca de presente para Casey, e fez um pouco de bagunça sem querer, o que acabou influenciando no feitiço que Casey estava fazendo: ao invés de trazer sua mãe de volta à vida, acabou dando vida à boneca. No começo elas não se dão muito bem, mas com o tempo Casey percebe que Eve (a boneca) pode ser uma ótima amiga.


Sexta Feira muito Louca: Anna Colleman é uma adolescente rebelde que toca em uma banda feminina de Rock, tem um estilo bem desleixado, é apaixonada por um tipinho playboy de sua escola, e vive uma relação conflituosa com sua mãe, uma respeitada psicóloga que estava prestes a se noivar e a lançar um livro. Porém, a vida de ambas vira de cabeça para baixo quando elas visitam um restaurante chinês, onde elas sofrem com o efeito de um biscoito da "sorte", fazendo com que as duas troquem de corpo. O único jeito de voltarem ao normal, seria se entendendo e percebendo o quanto se amavam. O filme é completamente hilário, e acho que apesar de já ser meio antiguinho, ele merece uma segunda parte, na qual o garoto e o avô trocam de lugar.

Confissões de uma Adolescente em Crise: Lola era uma adolescente mimada, filha de pais divorciados que morava em Nova York, e estava acostumada a ser o centro das atenções, mas teve que se mudar para São Francisco, onde fez de tudo para ser uma garota popular, conseguir o papel principal na peça da escola e ainda conhecer seu tão amado ídolo. Ela acaba contando algumas mentiras na tentativa de impressionar as pessoas, e é claro, todas as vezes que ela não conseguia o que queria, ela apelava para o drama.

Meninas Malvadas: Cady Heron viveu quase toda a sua vida na África, até seus pais se mudarem para os Estados Unidos e a colocarem em uma escola normal. Primeiramente ela faz amizade com o homossexual Damian e a suposta lésbica, Janis. Mas o grupo das poderosas (como eram conhecidas), acaba puxando assunto com ela: Regina George, Gretchen Weiners e Karen Smith. Ela se apaixona pelo ex-namorado de Regina, e percebe o quanto a fofoca desse grupinho podia atrapalhar sua vida, e por causa disso, ajuda Janis a se vingar de algo que fizeram a ela no passado. Infelizmente, nesse processo ela acaba se tornando uma patricinha, e a sua vida vai ficando cada vez mais complicada.

Um comentário:

  1. eu queria votar para assistir a boneca que virou gente na sessao da tarde mas nao consigo

    ResponderExcluir

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!