Indicações de Filmes

26 março 2014



Apesar de na foto, o casal do filme 500 Dias com Ela estar no cinema, os filmes que eu vou indicar hoje não são nenhuma novidade, e talvez você até já os tenha assistido. Mas alguns filmes são tão bons que dá vontade de assistir todos os dias, não é? E quem precisa sair de casa, pegar um ônibus lotado, enfrentar filas quilométricas pra comprar um ingresso caro, quando se pode simplesmente esperar umas semanas e baixar o filme pra assistir em casa mesmo? No conforto do sofá da sala (ou da sua cama), com uma pipoca caseira e uma boa companhia (ou sozinha mesmo)... pra mim pelo menos, é bem melhor. E pensando nisso, aqui vão 3 filmes que você vai querer rever umas milhões de vezes:


1) Juno: Juno é uma adolescente que, ao transar com seu namorado, acabou ficando grávida e sentindo que sua vida iria toda por ralo abaixo. Ela pensa em abortar e até vai no médico específico (já que nos Estados Unidos o aborto é permitido, apesar de haverem protestos exigindo a proibição), mas acaba desistindo quando se depara com uma recepcionista vulgar. Então, ela decide colocar seu filho para adoção assim que o mesmo nasce. O filme é ótimo, pois não contém aquela previsibilidade clichê, e é recomendado para garotas que estão passando por situações parecidas, pra quem conhece quem passou por isso, ou até pra quem não passou nem conhece ninguém que engravidou na adolescência.

2) Efeito Borboleta: O filme conta a história de Evan, um homem que, em seu passado, sofria com uma doença que afetava sua memória (ele esquecia de coisas que tinham acontecido segundos atrás). Quando ele cresceu e já estava na faculdade, descobriu um jeito de voltar ao passado fisicamente, a fim de consertar os erros que cometeu e acabar com seus problemas. Infelizmente isso acabou resultando em novos problemas, já que o seu passado sempre influencia em seu presente e futuro.

3) A Órfã: Um casal traumatizado com a perda de um filho visita um orfanato na tentativa de curar a ferida que ficou. Lá, eles encontram Esther: uma suposta criança encantadora de 9 anos, com uma história de vida incrível. Mal sabiam eles que a garotinha fofa era nada mais e nada menos do que uma psicopata com um segredo surpreendente. Ela faz coisas horríveis com seus irmãos e os chantagia para que não contem nada, a única pessoa que desconfia dela é a mãe, mas Esther consegue jogar as pessoas contra ela, com suas habilidades de manipulação e conquista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!