Qual sua princesa favorita?

18 abril 2014



Certa vez, em uma aula qualquer, de um quarto ano qualquer em uma escola qualquer de qualquer país, uma professora decide falar com suas alunas sobre as princesas da Disney, por um motivo desconhecido. Era um daqueles momentos nos quais você entra em um assunto sem saber como isso aconteceu.
Estavam falando primeiramente sobre os valores que os contos ofereciam, e o que poderiam aprender com cada personagem. Como a Disney possuía os filmes e histórias mais famosos, ela decidiu que usaria isso como base.
A professora era feminina, mas não era uma perua fora da idade. Ela usava uma saia floral na altura do joelho, com uma camisa branca colocada por dentro e uma sapatilha nude (ou bege, caso você seja homem e não saiba o que é nude). Desde sempre era romântica, tinha um marido que qualquer mulher pediria aos céus, e gostava de lecionar, apesar de ganhar pouco, ela não tinha muitas despesas e seu marido também trabalhava, portanto, era o suficiente. Ela queria que seus alunos acreditassem em sonhos, e queria motivá-los desde cedo a nunca desistir, não importa o quão grande seja o sonho ou o quanto ele pareça impossível.
Em meio ao assunto, ofereceu uma enquete para que as garotas da turma respondessem: Qual sua princesa da Disney favorita? E por quê?
Cada menina respondeu algo diferente.
Vitória escolheu a Branca de Neve, pois ela era considerada a mais bonita do reino e mesmo assim mantinha a humildade e a bondade, sem se achar superior a ninguém.
Clarisse escolheu a Cinderela, pois apesar de ser maltratada desde sempre por sua madrasta e meias-irmã, continuava sendo bondosa e sonhadora.

Por ordem de fila, todas foram respondendo a pergunta de sua professora, exceto Renata, que em sua vez, estava no banheiro. Ao chegar, tropeçou em algo fazendo com a classe toda desse risada, e sentou-se em seu lugar dando risada também, sem se importar com o que seus colegas pensavam a respeito dela. E então sua professora perguntou:
- E você Renata? Qual é a sua princesa da Disney favorita? E por quê?
- É a Mulan, professora. Sei que ela não é uma princesa, mas pra mim, ela é melhor do que qualquer outra princesa. Branca de Neve era ingênua, achava que todo mundo era tão bondosa quanto ela e isso quase a matou, porque aceitou comida de estranhos. Cinderela precisou de uma fada madrinha para realizar seu sonho, e se a fada madrinha não aparecesse, ela teria desistido. As duas são extremamente delicadas, Mulan não. Mulan era atrapalhada, as pessoas diziam que por esse motivo ela ficaria solteira e nunca traria honra para sua família. Mas ela arrumou outro jeito, não queria que seu pai morresse, então entrou para a guerra no lugar dele, vestida de homem. Pode até ter ganho ajuda de um mini-dragão chamado Mussun, mas não se deixou depender inteiramente dele. Ela salvou a vida do general, foi ferida, e mesmo quando descobriram que ela era uma mulher e a expulsaram de lá, ela não desistiu. E não foi Mussun que fez ela persistir, foi uma decisão dela. Ela não era ingênua como a Branca de Neve, que acreditava em qualquer pessoa. E não era fraca como a Cinderela, que precisou de uma fada-madrinha para conseguir o que queria. Ela era uma batalhadora, correu atrás do que queria e não só honrou a família dela, como o país inteiro. Ela não era uma princesa, era muito melhor que isso: era uma heroína. E por causa disso, conquistou seu marido, o general. Ao contrário da Cinderela e da Branca de Neve, não foi amada por ser linda, foi amada por ser quem ela era. 

Um de seus colegas começou a aplaudir, na intenção de zombar da cara dela, mas com isso, a turma inteira decidiu aplaudir também, entretanto, na intenção de venerar seu argumento.
A professora ficou completamente impressionada com a resposta, pois ninguém esperaria que uma criança daquela idade possuísse uma mente tão evoluída e filosófica. Deu-lhe um ponto a mais por isso, deixando seus colegas indignados mas de novo, ela não ligava para o que pensavam a respeito dela. Pois não era a opinião dos outros que determinaria se ela era boa ou não, mas sim, ela mesma. Aprendera isso com Mulan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!