10 Coisas pra Fazer nas Férias

24 julho 2014



Ok, eu sei que eu estou um pouco atrasada, afinal, as férias de inverno já estão quase terminando (se é que a de alguns já não terminaram) mas pra quem ainda está de férias e não sabe como aproveitar esse pequeno resquício que sobrou, eu vou dar algumas sugestões.

1 ♥ Faça hora extra: Não, você não leu errado (e eu não estou ficando maluca)! Se você tem um emprego e sempre tem que sair com um pouco de pressa por causa da escola, aproveite para fazer hora extra sempre que houver muito serviço. Ok, você está de férias e quer descansar, mas se seu chefe anda cobrando, trabalhar não mata nem faz cair pedaço. E mesmo se ele não cobrar, à medida que suas horas vão acumulando você vai garantindo uma folguinha ou um dinheiro a mais no final do mês, ou seja: você só tem a ganhar. No meu trabalho nós somos bem livres, podemos trabalhar sem muita supervisão, mas nem pense que a gente relaxa, porque isso faz com que a responsabilidade dos problemas que possam acontecer seja toda nossa. Lá, nos temos o que chamamos de banco de dados, que é onde são registradas as horas que devemos ou temos a mais, e nós podemos vê-las em um monitor touch-screen na entrada da área de intervalo. Quando sobram horas, o mais provável é que seu chefe te dê uma folga pra não precisar te dar aumento, mas eu percebi que a gente sempre acaba tendo que avisar que tem hora sobrando. O que é bom, porque isso me ajudou a criar uma tática: sempre faço o máximo de hora extra que eu conseguir, assim, eu sempre tenho horas sobrando, então, caso haja uma emergência, como um imprevisto ou uma febre inesperada (e as minhas são sempre bem pesadas), eu não saio prejudicada por causa disso ;) #FicaDica

2 ♥ Faça as pesquisas primeiro: Sim, eu também estou planejando assassinar alguns professores quando eu voltar das férias por terem me entupido de deveres e pesquisas para fazer quando eu precisava desesperadamente de um tempo para a minha cabeça. Mas fazer o que? Acontece. O melhor que você pode fazer é não deixar para a última hora, assim, caso haja algum problema como acabar a tinta da impressora ou o papel, você não corre o risco de perder o prazo. Sem falar que sobra mais tempo pra você aproveitar despreocupadamente nos outros dias.





3 ♥ Durma MUITO: Mesmo se você não tiver a mesma rotina que eu, de trabalhar de domingo a domingo e ainda estudar, durma o máximo que você conseguir, não por preguiça, mas pra evitar a sobrecarga mesmo. O nosso cérebro precisa de um descanso, e a escola é uma coisa que estressa muita gente. De vez em quando eu chego do trabalho, como, tomo banho e corro pra cama, sem nem ligar se ainda são 5 horas da tarde. Eu durmo umas duas horas, e depois durmo de novo (por incrível que pareça). Estou necessitada... rs.

4 ♥ Saia com seus amigos: Tudo bem, é muito hipócrita da minha parte dar uma dica dessas justamente porque eu detesto sair de casa. Eu sou meio anti-social, confesso, não preciso de muitos amigos (e nem quero), e odeio muvuca, falação, barulho... prefiro o domingo que todo mundo odeia: dormindo, lendo, vendo séries, usando o note... pra mim isso é o sinônimo de paraíso. Mas se você gosta de sair e tem dinheiro pra isso, aproveite: vá ao cinema, ao shopping, procure por uma balada boa no Facebook (vai que aparece um evento legal na sua cidade), dê um rolé no centro ou no seu bairro mesmo, vá a uma lanchonete, algum parque, vá pro salão, chame suas amigas pra dormir em casa... ou fuja do tradicional e aproveite os dias menos frios pra acampar, pra andar de bicicleta, fazer uma trilha (caso tenha algum mato aberto e seguro próximo à sua casa)... abuse da criatividade na hora de marcar os programas.

5 ♥ Crie: Compre telas, tinta guache, massa corrida e faça alguns quadros para enfeitar a casa. Vai que você descobre um talento oculto? Faça textos, tire fotos, componha músicas, tente tocar o violão do seu primo, teste novas combinações com suas roupas, crie alguns quadrinhos, redecore seu quarto... vale também gravar um CD com as músicas que marcaram fatos importantes da sua vida, e que com certeza fariam parte da sua trilha sonora (mesmo se você já estiver detestando algumas delas), e crie uma capa especial para ele. Caso não saiba como fazer, pesquise algumas tutoriais na internet ou peça ajuda de um amigo.

6 ♥ Mime sua família: Já reparou como a maioria dos adolescentes costuma ser distante da sua família? É como se houvesse um buraco negro entre eles e os próprios pais. Tente se aproximar um pouco deles nessas férias, converse com eles racionalmente, fale sobre algo que te incomode... nunca é tarde demais. Se vocês se dão bem, aproveite: promova churrascos, chame a parentada toda, conte piadas, dê risada, dance com seu cachorro, provoque ele, leve seu irmão caçula para o parque, para a pracinha ou para um passeio na rua... acredite, valerá muito a pena.

7 ♥ Romantize seu namoro: Você tem namorado? Se sim, aproveite para passar um bom tempo com ele. Folheiem álbuns de foto antigos, relembrem momentos "mágicos" do começo da relação, saiam juntos para um lugar bonito, como um jardim, ou um lago que tenha uma boa vista para o pôr do sol, por exemplo... ou façam uma sessão de cinema em casa, assistindo um filme que os dois gostem, dividindo o mesmo cobertor. Vale ler um livro juntos, passear com o cachorro, andar de bicicleta... vocês não precisam aguentar nenhuma mesmice.

8 ♥ Beije, saia, paquere, dance: Se você está solteira, e ao contrário de mim, não decidiu fechar seu coração e se dedicar apenas ao trabalho e aos estudos (na verdade eu até ficaria com alguém, mas eu não sou muito de sair e não dou muita sorte com isso, não por não quererem ficar comigo, mas por ser meio seletiva e certinha às vezes), aproveite para aumentar sua lista de ficantes. Não, não tenho vergonha de dizer isso, hahaha. Grande coisa. Saia, vá a festas, aceite sem fazer cu doce quando aquele carinha bonito pedir pra ficar com você, aceite com mais prazer ainda se ele te chamar pra sair, e quadriplique esse prazer caso você alguma vez já tenha tido vontade de sair com ele e não tenha tido coragem de falar nada. 

9 ♥ Viaje: Uma dica muito óbvia: sabe aquele dinheirinho que sempre sobra no final do mês? Não? Eu também não, mas caso você seja um caso à parte, use esse dinheiro que você tem guardado para visitar um parente ou um amigo que more um pouco mais longe. Não é difícil viajar sozinha, é só saber planejar: ligue para quantas rodoviárias for preciso, anote o tempo de viagem, o valor das passagens, procure saber quanto custa pegar ônibus ou táxi no lugar onde você vai ir, e não se esqueça de guardar dinheiro pra comprar comida, passear ou até comprar um presente lá. Vá anotando esses valores, e não se esqueça de se informar do tempo de viagem, porque dependendo da hora que você chegar, pode ser até perigoso andar por lá, ainda mais sozinha. Se for pedir informação, jamais peça para qualquer pessoa na rua: peça para os motoristas, cobradores, guardas de trânsito, etc, que assim você não corre tanto risco de se perder em um lugar que você não conhece (nem de ser assaltada, roubada, nem nada parecido). Ah: sempre faça uma check-list uns dias antes de fazer a mala, talvez você precise comprar algo e é sempre bom garantir que você não vá esquecer de nada. Faça a mala um dia antes do dia da viagem, e já deixe separado a roupa que você vai usar e o café que você vai tomar, pra não ficar tão nervosa na correria (ainda mais se você tiver hora certa pra chegar em algum dos pontos). Se for de avião, pesquise em webstores os preços das passagens, ou vá em alguma agência, e não se esqueça de stalkear o google maps nos dias que antecederem a viagem, assim você já chega lá com uma noção de pra que lado ir.


10 ♥ Mude seu visual: Nada como chegar na escola de cara nova, né? Faça o que você bem entender, e caso tenha dinheiro, não limite-se apenas a um  corte de cabelo: faça progressiva, pinte, repique, coloque piercing, faça aquela tatuagem que você queria fazer há anos... radicalize como nunca radicalizou antes, sem mimimi de se apegar ao cabelo ou à pele limpa. Apenas tome cuidado: se no seu emprego eles têm alguma restrição em relação a isso, tome cuidado com a cor do cabelo, com o tamanho do piercing ou com o local da tatuagem, pois se você precisa dele, é melhor não radicalizar tanto. E se estiver procurando emprego, pense onde você gostaria trabalhar e se isso poderia diminuir suas chances em alguma entrevista, pois por mais que as pessoas batam o pé e gritem que não existe mais preconceito contra isso, existe sim e muitos lugares preferem contratar pessoas com "cabelo e pele normalzinho".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!