Afugente-se

26 agosto 2014



Coloque seu despertador para as seis. Durma. Acorde. Não pense.
O dia hoje começa cedo, assim como em todos os outros. Levante-se e vá se arrumar: coloque sua roupa, escove os seus dentes para tirar o gosto de café vencido de dentro da boca. Tome seu café da manhã, alimente-se bem. Não pense. Mas coloque um analgésico na bolsa, por precaução (e não tire-o nunca de lá).
Cheque se o livro está na bolsa. Cheque se os fones de ouvido também estão lá. Cheque a carteira, cheque o cartão do ônibus, cheque as chaves, a caneta (não pode se esquecer de nada). Vá para a parada, pegue o ônibus. Não pense.
Sente-se no banco mais próximo, de preferência próximo à janela. Abra seu livro na página de onde parou. Leia-o até certo ponto. Não pense.
Desça do ônibus, vá até o trabalho, bata o ponto. Seja produtiva, seja simpática, seja profissional, seja enérgica ou finja ser. Não pense.
Vá para o intervalo, dirija-se para o almoço, sente-se no lugar mais próximo da saída. Coma. Converse. Escove os dentes. Sente-se em um lugar qualquer. Pegue seu livro e abra-o na página de onde parou. Leia-o até certo minuto. Não pense.
Volte a trabalhar. Seja produtiva, seja profissional, seja enérgica ou finja ser. Faça hora extra hoje. Não pense.
Termine seu serviço, pegue suas coisas. Pegue sua jaqueta, solte seus cabelos. Corra até a parada pois o ônibus já está vindo. Sente-se no lugar mais próximo, de preferência próximo à janela. Abra seu livro na página de onde parou. Leia-o até certo ponto. Não pense.
Desça do ônibus, vá para casa. Arrume-a, tome um banho, faça a janta, cheque as tarefas escolares. Cheque se não precisa comprar nada. Faça tudo o que tiver de fazer. Tome um banho, troque de roupa, retoque a maquiagem, arrume seu cabelo. Abra o notebook, ligue uma música calma, converse um pouco no chat. Não pense.

Pegue a bolsa, vá para a escola, sente-se com suas amigas. Poucas amigas, não muito essenciais, porém, legais o suficiente para manter-se por perto. Converse, ria. Preste atenção na aula, tire suas dúvidas, faça as atividades. Ria mais um pouco. Abra seu livro na página de onde parou. Leia-o até certo minuto. Não pense.
O sinal tocou, vá para o intervalo. Compre algum lanche no bar. Coma, converse, ria. Volte para a sala de aula. Sente-se com suas amigas. Converse, ria. Preste atenção na aula, tire suas dúvidas, faça as atividades. Abra seu livro na página de onde parou. Leia-o até certo minuto. Não pense.
Olhe no relógio, guarde suas coisas. Leia seu livro até certo ponto e guarde-o também. Coloque seus fones de ouvido, aumente o volume. Levante-se, pegue a bolsa e vá para casa. Não pense.
Entre, tranque a porta. Coloque suas coisas no quarto, troque de roupa, tire os sapatos. Esquente sua janta e coma-a. Escove os dentes, tire a maquiagem. Cheque suas atividades escolares, adiante algumas. Organize tudo para o dia seguinte. Deite-se na cama. Coloque seu despertador para as seis. Durma. Não pense. (...)

(...) Não pense. Não pense nos seus problemas, não deixe-os que te atormente. Não deixe que eles a impeçam de ter uma rotina normal. Uma vida normal. Uma alma normal.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!