Errar é sinônimo de aprender

01 novembro 2014


"Todos reparam nos seus erros, poucos notam seus acertos".
Quem nunca usou essa frase para reclamar?
Calma, relaxa. Ninguém é perfeito, eu sei. As pessoas estão mais acostumadas a criticar do que a elogiar. Sua bondade muitas vezes só é vista quando já está no caixão. Ajude a todos, se importe com o mundo, e mantenha eternamente uma coleção de decepções e frustrações. Revolte-se, diga o que pensa, deixe claro que não ajudará mais ninguém que não seja próximo de você, e colecione eternamente pessoas reclamando que você mudou. Que você era mais legal. Que você é ignorante, infantil. Que você julga todo mundo, que você é egoísta. Não se sinta abatido por isso, não se permita estressar nem magoar, acione sua indiferença e aproveite para fazer uma limpa em seu círculo de "amizades".
Talvez você seja isso tudo mesmo, um poço de defeitos incorrigíveis. Mas afinal, quem não é? 
Que atire a primeira pedra quem nunca acusou sem querer a pessoa errada. Quem nunca se precipitou, quem nunca pirou. Quem nunca quis chutar o balde. Quem nunca se arrependeu do que foi dito (e também do que não foi). Quem nunca esqueceu o que deveria ter lembrado, e lembrou do que deveria ter esquecido. Quem nunca se distraiu. Quem nunca se desconcentrou, se atrapalhou.  Quem nunca errou.
As pessoas jamais cogitarão seus reais motivos para ser quem você é, para ter tomado as decisões que tomou, para agir do jeito que age. Para viver do jeito que vive.
Mas isso não quer dizer que você precise ser movido à reputação, e também não quer dizer que não deva ouvir a opinião de ninguém. Aceite os conselhos de quem te entende, de quem te conhece, de que se importa. Ignore os rótulos e seja feliz mantendo sua autenticidade. Se cair, levante. Se errar, aprenda. Não precisa empinar o nariz, mas também não precisa abaixar a cabeça.

Os seus erros, você assume, corrige e se puder, até conserta. Permita-se aprender com eles. Peça perdão, deixe claro que você sabe que estava errado. Ou não deixe, dependendo da pessoa, esta não irá fazer falta. Desapegue de quem passa tempo demais te crucificando. Não se sinta obrigado a esclarecer-se a quem não te escutará, não te entenderá. Certas pessoas não merecem a sua humildade.
Se necessário, pule a parte do discurso clichê, e parta logo para a lição de vida. Evite cometer sempre os mesmos erros. Vicie-se em sabedoria, acumule tranquilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!