12 Coisas pra Evitar quando se Apaixonar

13 dezembro 2014


Ok, todo mundo já cansou de me ver citando razões pra não se apegar, não se apaixonar, não confiar muito nas pessoas, etc. Azar do mundo, rsrsrsrs. Verbalmente até eu já cansei de falar sobre isso, e principalmente de ouvir gente dizendo que "eu sou nova, tenho que viver a vida". Acho que é bom dedicar um tempo pra mim mesma até eu ficar apaixonada de novo, até lá eu posso aprender a ser mais positiva, não ver sempre o lado ruim das coisas, gostar mais de mim... isso tá dando certo, por enquanto. E eu consegui parar de pensar em certas coisas (apesar de pensar em outras de vez em quando, eu tento pensar menos e fazer mais). 
A maioria não pensa nisso, acha que é essencial "ter alguém", ou se não tiver, "ter vários". Pra mim isso tudo é bobagem, as pessoas precisam aprender a gostar mais de si mesmas, a viver por si mesmas, a fazer planos que não vão ser interrompidos por qualquer um. Se ele quiser que você desista, desista. Mas desista dele, não dos seus sonhos, quem ama entende. É bom dedicar um tempo pra estudar, trabalhar, correr atrás do que você quer pra si mesma. Se a gente descobre que pode viver bem sozinha, as perdas acabam não sendo tão dolorosas assim, não importa o quanto você tenha se apegado, você aprende a dar "boa viagem" ao invés de pedir pra ficar. Ok, não precisa ser tão orgulhoso, se o erro foi seu, diga que se arrepende, que vai sentir falta, mas não insista. Quem quer ficar na sua vida, simplesmente fica. Você não tem que conquistar ninguém a não ser a si mesmo. 
Hoje em dia eu tô evitando me apaixonar pra correr atrás de planos que muitos dizem pra desistir, aí eu mando pra puta que pariu e tento com mais afinco ainda. Também porque tem coisas em mim que ninguém entenderia (as pessoas dão valor pra coisas fúteis demais, e isso me irrita). Também porque eu já me decepcionei profundamente uma vez e não quero que isso aconteça de novo, quero aprender a gostar de mim mesma pra lidar com isso de um jeito melhor um dia. Também porque já passei tempo demais apegada aos outros e agora quero me apegar só a mim. Também porque é bom evitar alguns sinais ridículos de paixão, e um dia colocar na prática que: se for pra gostar de mim, que seja do jeito que eu sou. E se for pra permanecer comigo, que seja por vontade própria. Sem nenhum jogo de conquista. Tem vários motivos pra eu querer me dar umas férias. 
E quais são os "sinais ridículos de paixão"? Bom...



1) Sua imaginação fica fértil demais e seus pensamentos também. Você passa a imaginar cenas que queria viver com essa pessoa, cenas românticas, ou engraçadas inevitavelmente passam pela sua cabeça, e quando você percebe, tá rindo sozinha feito uma pateta. Ou um pateta, vai que os homens são iguais? Sem falar que se você tá na friendzone, conversa com essa pessoa, seja de assuntos sérios, engraçados, sobre vocês ou não... você vai ficar lembrando dessas conversas e de coisas que aconteceram que fizeram os dois rirem. Sendo que a pessoa que você gosta não sente a mesma coisa, e se bobear tá pensando em outra. 

2) Você concorda com tudo o que a pessoa diz. Nossa, essa é uma das coisas mais ridículas que alguém pode fazer quando se apaixona, por favor, evitem isso. Ok, você não precisa ser tão infantil a ponto de querer ser imutável, e nunca aprender nada novo com quem pensa diferente e pode estar certo. Mas tem certas coisas que não estão, e o fato de a pessoa ser bonitinha não vai mudar isso. Sei que, apesar de eu nunca ter sido assim com ninguém que eu tenha gostado, algumas pessoa são assim. Principalmente as garotas, sem ofensas e não estou sendo machistas. Apenas assumam: é mais comum a mulher ficar mais balançada que o homem. Se você gosta de alguém, policie isso. 

3) O gosto da pessoa vira o seu gosto. Pelo amor de Deus, não se deixe perder a identidade! Não estou dizendo pra você ser ignorante e se fechar, evitando curtir qualquer coisa que vá além do seu gosto musical, literário, pra filmes, séries, etc. Mas vamos supor que você deteste Funk e se apaixone por um Funkeiro. The tragédia has been make. Se você sabe que certas coisas jamais te agradariam nesse ano, nesse século, nessa vida, não deixe um rosto bonito mudar isso com tanta facilidade. Não fique "aprendendo a gostar" de tudo o que a pessoa gosta, e quando a pessoa te decepcionar, o que vai sobrar? Nada, porque tudo o que você é, e tudo o que você gosta veio de uma pessoa que não faz mais parte da sua vida. Você já não é mais você. Fuja disso.

4) Como é dizer não, mesmo? Vamos fazer uma historinha: você odeia ir em shows e prefere assistir em casa do que enfrentar muvuca. A pessoa que você gosta te convida pra ir em grupo com os amigos dela pro show de uma banda que mora no bairro mesmo. Sabe aqueles showzinhos ao ar livre que alguns usam como desculpa pra encher a cara? Então. Você sabe que muito provavelmente não vai conseguir se soltar, vai apenas conversar no começo, mas depois o pessoal vai ficar bêbado e você vai perder a vez no assunto e vai querer ir embora mais cedo que todo mundo. Mas você aceita, porque a pessoa que você gosta te convidou pra alguma coisa, isso não é demais??? Não. Se você não gosta, não é obrigado a ir, e se a pessoa gostasse de você como você gosta dela, entenderia isso. Mantenha sua personalidade.

5) Quero ver ela, quero ver ela, quero ver ela... digamos que vocês trabalham no mesmo lugar e podem escolher se almoçam às 11, 12 ou 13 da tarde. Você sempre almoça às 11, mas a pessoa que você gosta vai mais tarde pra não passar fome no resto do dia. Se você é capaz de adiar o seu almoço só pra ver a pessoa, é sério, vai se tratar. Deixe esse tipo de coisa acontecer por acaso, não fique forçando situações. E pode ser ao contrário: digamos que você sai mais tarde porque almoçar cedo te faz ter fome mais tarde. Ninguém merece sentir fome e não poder comer, se você sabe que a pessoa não se esforçaria tanto pra te ver, trate-a de igual pra igual: mantenha sua rotina estável. 

6) Vocês têm uma briga feia, a pessoa fala coisas inaceitáveis mas se pedir desculpas, você perdoa. Na boa, vai com calma aí, pensa: se outra pessoa dissesse as mesmas coisas, ou fizesse a mesma coisa que ela fez, você perdoaria? Vale a pena perdoar só pra não perder "alguém como ela"? Porque se ela chegou a chamar teus problemas de frescura, julgou teu passado,  falou mal dos teus sonhos, ofendeu pessoas que você ama, ou qualquer coisa do tipo, não insista em manter contato com ela. É decepção na certa, abra seus olhos.

7) "Ai meu Deus, ele(a) é tudo o que eu sempre quis" Será? Preste atenção em tudo o que essa pessoa diz, tudo mesmo. Repare no que os outros costumam pensar dela, e analise se ela está mesmo certa em tudo o que diz ou se só está buscando justificativas pra agir de forma errada. Pense bem: qual é o tipo de pessoa que você gostaria de conhecer, e qual é o tipo de pessoa que você jamais ficaria? Se tá difícil responder, faça uma lista de tudo o que você acha inaceitável em alguém. Se essa pessoa que lhe parece tão perfeita se encaixar em alguns itens, pense: eles são tão inaceitáveis assim? Se forem, evite insistir na perfeição dessa pessoa só porque ela se encaixa em um ou dois itens da "lista dos sonhos".

8) A desesperada do Face Não seja o tipo de pessoa que curte tudo o que essa pessoa posta, comenta, compartilha e não pode ver ela online que já puxa assunto. Mesmo se você não for tão idiota, isso cansa qualquer um (e eleva demais o ego de alguns, também ¬¬ Por favor, não dê chance pra pessoa ficar se achando). Eu sou o tipo de pessoa que não puxa assunto com ninguém, ignora desconhecidos (ou conhecidos chatos), e que prefere que a outra pessoa puxe assunto. Não só pra não ficar no vácuo (o que irrita, apesar de eu fazer isso com os outros), mas também pra ter certeza de que não estou incomodando. Quando eu puxo assunto é pra perguntar algo, ou pedir um pequeno favor (do tipo que eu faria pra qualquer um que pedisse e nunca me fez nada). Às vezes eu puxo assunto porque gosto de falar com a pessoa, mas se a pessoa não responder, ela me perde, rsrsrsrs.
O truque não é criar uma parede de orgulho separando vocês dois. Mas se você sempre puxa assunto, seja virtualmente ou pessoalmente, como pode ter certeza se essa pessoa gosta mesmo da sua presença ou só conversa porque não tem escolha? Deixe o outro puxar assunto de vez em quando. Ou melhor: só procure quem te procurar, se reparar que ela nunca conversa por vontade própria, finja que ela não existe. Mas se o papel inverteu e ela já puxa assunto com mais frequência que você, compense ela =)

9) Você odeia seu cabelo solto >> a pessoa que você gosta diz que fica bom >> Você solta o cabelo sempre que pode. Se arrumar pra pessoa que gosta, quem nunca, né? Dependendo do que a pessoa disse, isso pode até ser bom. O exemplo que eu dei pode elevar a auto-estima, por exemplo. Mas se for algo do tipo "gosto mais da outra blusa do que dessa", "Por que você não se maquiou dessa vez?" ou "esse vestido não te favorece", rejeite. Quem tem que aprovar ou reprovar essas coisas é você e mais ninguém, gostando ou não, jamais deixe que esses comentários mudem a forma como você se vê no espelho. Isso vale pros homens também, não fiquem com uma mulher que só repara em você quando você emagrece, passa gel, corta o cabelo, etc. Fiquem com uma que te aceitem como você é. 

10) Radar humano É impossível a pessoa que você gosta passar despercebida, incrível como você pode sentir que essa pessoa tá passando. Sabe aquela coincidência de você estar lendo, levantar a cabeça e a pessoa passar bem na hora? Ou aquela situação de olhar pro lado, e não saber se a pessoa já estava te olhando ou se os dois se olharam ao mesmo tempo? Ou pior: ser flagrada enquanto praticamente encara a pessoa. Ai. Controle-se. Se concentre no que está fazendo, pense em outras coisas, sei lá, pensa em danoninho de maçã verde mas evite olhar ao redor se sabe que há uma pequena possibilidade de cruzar o olhar com essa pessoa. É tenso, rsrsrs. (No meu caso, se eu me apaixonasse, isso seria complicado, considerando a minha mania de ficar observando o mundo ao meu redor, às vezes.)

11) Ciúme? Não, eu só não gosto dela, ué u.u Se você é ciumento(a), gosta de uma pessoa que se dá bem melhor com os sexo oposto, ou faz amizade com todo mundo, fudeu. Sério, mantenha o orgulho próprio e a cabeça no lugar. Se fosse só um amigo falando com outra, você pensaria que é só uma amiga. Então por que quando você gosta dele, a "amiga" pode ser sei lá, a esposa dele? Calma, flor! hahahaha. Seja realista, tente enxergar os outros lados da história. Eu sei que a maioria sente ciúme porque quer ficar com a pessoa, porque seria uma frustração ver ela com outra, porque você não quer perder, porque se sente inseguro... etc. Se for um amor platônico ou uma friendzone, tenha em mente que assim como você tem suas amizades, a pessoa também tem as dela (e se não for também, hehe, isso vale pra todos).

12) Por que ele(a) não me quis? Qual o meu problema? Se você descobriu que a pessoa realmente não está a fim de você, se apaixonou por outra, começou a namorar outra, etc, deixe isso pra lá. Foda-se ela, mas lembre-se: ela não é idiota só porque não quis "alguém como você", e você não é escroto só porque ela não se apaixonou por você.  O problema não é ela, nem você: apenas não aconteceu. A não ser que ela realmente te esnobe, te trate mal, te iluda, te traia, etc, aí o problema é ela. Você não é o estranho que ninguém quer, e sim, ela é a filha da puta que é capaz de fazer esse tipo de coisa, entenda. Mas não dedique tanto tempo à raiva, ao rancor, à vingança... deixe isso pra lá e apenas siga vivendo sua vida. É o melhor que você pode fazer a si mesmo, deixe que ela um dia engula o próprio veneno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!