Clima Natalino? Oi?

02 dezembro 2014



Ano passado eu fiz esse post numa data mais próxima ao Natal, né? Mas já que a TV é apressadinha e adianta tudo que é feriado, eu vou adiantar aqui também u.u O que me preocupa é que em Janeiro já vai ter propaganda da "glô beleza"... êêêêh. ¬¬

Falei sobre uma certa "ateisação" do Natal, que era pra ser uma data cristã mas que o capitalismo banalizou ela, transformando-a em uma data mil vezes mais comercial do que religiosa. (Clique aqui para ver o post do ano passado).

E eu ainda penso assim, hoje em dia quase ninguém lembra do Natal como a celebração do "nascimento de Jesus" (uma coisa na qual eu não acredito, mas porra: é isso que eu estudei e é isso que é u.u). A maioria só pensa nos presentes que vai precisar comprar, quem não pensa no que vai comprar certamente ainda não precisa trabalhar, então pensa no que vai ganhar.
Tem também aqueles "fofos" que amam reunir a família, dar risada, fazer retrospectiva do ano que passou, fazer planos pro ano que vem, ficar nostálgico com os momentos que passou e postar textinho reflexivo no Facebook quando na verdade só vai fazer merdas diferentes no ano seguinte e é isso aí.

Faz um certo tempo que eu já não consigo entrar naquele clima natalino quando ele chega, a única coisa que muda pra mim é: trabalho decorado com enfeites, casa decorada com enfeitas, ruas decoradas, postes decorados, paredes decorados, até o cu dos cachorros de rua estão decorados, você vira a esquina e o mendigo tá decorado também... ok. Deu pra entender. Mas fora isso, acaba sendo só um mês como outro qualquer, com o mesmo tédio, a mesma monotonia, o mesmo mau-humor ocasional, os mesmos dias longos que parecem mais um ano, as mesmas olheiras que mais parecem pelancas de tão grandes, o mesmo cansaço... 
Passei o ano inteirinho reclamando que esse ano não passava nunca (porque eu tava exausta desde o começo), vendo as pessoas no Face pedindo pra pular pra dezembro porque não aguentavam mais, que o ano tava longo... agora que chegou o Natal eu escuto essas mesmas pessoas comentando que o ano passou rápido. Seriously, Bitch? SERIOUSLY?

Apesar de eu não ligar muito pro Natal eu também não odeio: não reclamo das propagandas promocionais e nem das bonitinhas (que eu amava quando era criança, aliás), quando eu era pequena eu adorava o Natal: os presentes, a decoração, as risadas com a família, os especiais de Natal na TV (principalmente os do Cartoon Network, que já foi o melhor canal de desenhos da TV e agora tá uma bosta), as propagandas fofas, aquele clima de alegria, um ano novo chegando, foguetes pra assistir... enfim. 
Mesmo não sendo lá muito a favor do consumo exagerado no Natal eu ainda insisto em comprar presentes pra minha família: mãe, pai, irmã e vó, só isso. Primeiro porque eles gostam do Natal e são minha família, segundo porque eles me deram presente a vida toda então retribuir não dói, e terceiro porque eu não tenho nada contra presentear: eu dificilmente erro nos presentes que dou, e amo ver a cara de alegria da pessoa que recebeu. ♥ Sério, é sempre bom ter um pretexto pra ver isso.
Sem falar que eles merecem, né? São eles que aturam minhas mudanças de humor o ano inteiro, minhas piadas sem graça, minhas manias... tá aí ó, uma recompensa por conseguirem essa dádiva, haha. 

Mas não pensem que é só no Natal que eu tento transmitir alegria pras pessoas que eu amo, e não pensem também que o único jeito que eu arrumo pra fazer isso é gastando dinheiro: sou estressada? Sou, mas quando uma pessoa que eu amo precisa eu ajudo. E eu também sei ser retardada, também sei fazer rir, e pasme: eu sei rir! =O Ooohh...
Então façam que nem eu: quer dar alegria pras pessoas que você ama? Dê todos os dias, não apenas em Dezembro. 
Quer bancar o santo e doar coisas pra caridade? Doe em qualquer época do ano, não é só no Natal que as pessoas passam fome.
Quer conseguir algo? Faça metas mensais, e não anuais. Seja realista, pense, programe, organize e você consegue. E esqueça aquelas "macumbas" supersticiosas que você faz todo ano, elas só fazem você parecer um idiota e não é assim que você vai conseguir uma promoção. "Ai, que pessimista". Realismo: já ouviu falar?
Quer ser uma pessoa melhor? Reflita toda noite, não apenas no Natal e Ano Novo. 

Enfim, já falei sobre o consumo, já falei sobre as falsidades e as tosquices do Natal, já disse que nunca entro no clima... é, falei tudo já. E pra esse post não ficar tão escroto a ponto de ter início, meio e não ter final, fiquem com um clipe da Kéfera que não condiz com o meu descaso em relação a esse "feriado tão mágico e lindo":

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!