Cristalina

18 dezembro 2014


Se quiser fazer, faça.
Se quiser falar, fale.
Verbalmente, virtualmente ou no papel.
Não se esconda do julgamento alheio: ele não define quem o recebe e sim quem o dá.
Tire sua máscara , queime-a e nunca mais produza outra.
Quem gostar do seu verdadeiro eu, permanecerá.
Quem não gostar, se afastará.
Prefira os verdadeiros, saiba quem são.

Não puxe o tapete que se encontra sob a pessoa da qual você não gosta: deixe que a vida dê conta desse trabalho. Ela faz isso com todos, merecendo eles ou não.

Se quiser falar, fale.
Verbalmente, virtualmente ou no papel.

(...)

Transpareça-se.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!