Mudar de ideia não é um Erro

06 dezembro 2014


O que você pensa quando perguntam se você é decidido? E o que você responde? 
Que sim? Que não? Que não sabe?

Ser decidido é considerado essencial hoje em dia, você precisa ser forte, ser independente. Saber exatamente o que quer, como quer e quando quer. Ter uma opinião formada sobre tudo. Jamais permitir que lhe façam mudar de ideia. Jamais permitir que alguém mude seu jeito de ser. Jamais mudar seu jeito de ser.

Mas será que ser decidido é tão importante assim?
Está então proibido aprender com os erros que comete? Aceitar as correções e críticas de quem sabe do que está falando? De quem te conhece e quer nada menos do que o seu bem?
Está proibido aprender coisas novas quando percebe que a sua opinião na verdade não está tão correta? Está proibido ter o conhecimento de que sua opinião não é a verdade incontestável?

Está proibido mudar de planos ou de objetivos quando se percebe que está indo para o caminho errado?
E qual seria o caminho certo? O mais reconhecido? O que te dá mais dinheiro? 
Não.
O que te faz feliz.
E como ter certeza absoluta do que te anima o suficiente para você viver disso pro resto da vida? Como evitar arrependimentos?
Você não sabe prever o futuro, você não nasceu sabendo de nada (nem sobre si mesmo). Não importa o quanto diga que você sabe bem o que é bom para você, no fundo você pode não ter tanta certeza. 
Se tiver, ótimo. Crie suas estratégias e vá em frente, sem deixar que ninguém o desmotive.
Mas se não tiver, não tem problema mudar de ideia. Não importa quantas vezes você tenha teimado com quem disse que não ia conseguir. Não importa quantas vezes tenha se empolgado em falar do seu sonho. 
Engula seu orgulho, trace novos planos e continue sua jornada. 

Ser decidido não é tão importante assim, se a sua meta é ser feliz e viver para fazer o que ama, mantenha-a. 
Permita-se evoluir sempre que necessário.
Permita-se aprender com algumas discordâncias.
E permita-se mudar de planos sempre que necessário.
Mude de ideia.
O caminho pode mudar, mas o rumo será sempre o mesmo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!