Regras pra Blogar?

04 dezembro 2014


Não lembro exatamente quando foi, só sei que faz tempo (e mesmo assim eu lembro, pois é), uma vez eu vi um post de uma guria que tava dando dicas pra blogs. Naquela época eu gostava de ler sobre isso, talvez hoje em dia eu ainda goste, mas o problema é que as dicas nunca mudam: não fique muito tempo sem postar, se precisar se ausentar avise ou programe, cuidado com layouts exagerados, etc.
Aquele post em especial conseguiu fugir um pouquinho do clichê. Não lembro de todas, mas lá vou eu citar as regras que ela criou e eu quebrei porque acho ridiculamente desnecessário (e vou continuar quebrando, meu bem u.u):

WHAT THE FUCK:

1. Evite falar muito de si mesma: Ela não tava falando só de posts como "o que tem na minha bolsa", "wishlist" e "8 on 8" (que eu também nunca me interessei em ler). Falou de gente que realmente fala de si nos posts, conta algumas experiências e tal... oi? Cara, eu sou campeã de ficar fazendo isso nos posts (esse aqui já começou assim, aliás). Ela disse pra se limitar apenas aos posts de dicas, moda, ou qualquer que seja o assunto do blog. Eu penso assim: quer um blog fútil e vazio? Siga essa dica. Quando os blogs foram criados, a ideia era usar como um diário, como que do nada ficou proibido mostrar quem você é? Não precisa se abrir tanto, mas pra quê ter vergonha?

2. Não use palavrões, eles poluem o post: Nossa... meu blog deve estar mais sujo do que o Rio dos Sinos ou o Rio Tietê, então. Se eu falo palavrão, por que não escrever palavrão? É só um jeito de a gente se expressar, grande coisa. Até parece que quem lê o post nunca soltou um "puta que pariu" quando bateu o mindinho na quina da mesa. 

3. Esqueça os emoticons, isso é muito infantil: Boba u.u hahaha, Sério, essa guria se incomoda fácil pelo visto né? Porque pra achar problema até em emoticons...

4. Não use imagens muito grandes, elas demoram pra carregar: Escuta aqui, ô. kiridinha! Se meu blog tem 950 px de largura, não faz sentido eu botar imagens de 200 px. Assina logo a GVT e cala boca u.u

5. Crie uma agenda de posts: Por exemplo, moda na quinta, filmes na sexta, livros na segunda, etc. Essa aí é "perfeita" pra quem assim como eu, detesta se prender à rotinas e perde o interesse por tudo o que fica repetitivo demais. Talvez ela tenha achado que isso resolve problemas de bloqueio criativo, mas imagina sentir a pressão de assistir algum filme até sexta quando você não tá muito a fim. Ou a pressão de terminar logo o livro porque tá quase chegando o dia de postar sobre isso? Criar prazo pra postagens definitivamente não é uma boa ideia.

Enfim, a única regra que deve existir pra se postar em um blog é: nada de regras, poste o que quiser, quando quiser e do jeito que quiser. Se você conseguir agradar a si mesmo(a), a opinião dos outros torna-se irrelevante. Receber elogios acaba sendo um prazer, mas nunca uma necessidade: você não pergunta se a pessoa gostou, planejando deixar de postar sobre isso caso ela não goste. Apenas quer saber o que ela pensa e foda-se se ela não tiver gostado. 
Se for pra criar alguma regra pro seu blog, crie uma que facilite a sua vida. Eu, por exemplo, aumentei pra caralho a frequência de posts quando resolvi postar terça, quinta e sexta ao invés de todo dia. Por incrível que pareça, rsrsrs. Não sou tão inspirada assim, e acabava acontecendo de ter post segunda, terça e quarta por exemplo, e depois de umas cinco semanas eu ter ideia pra mais um. Agora eu espalhei bem os dias de postagens, e fica mais fácil manter o blog atualizado (fiquei até mais inspirada, não sei por que).
Outra regra que eu criei, é postar só uma vez por dia, isso economiza as ideias, e garante que eu não vou ficar uns dois anos agonizada por não ter postado aqui, rs.

Fora essas duas regrinhas, só tem mais uma: se eu tiver alguma ideia pra post, e pensar que ele não combina com o blog, aí é que é pra postar mesmo. E por quê? Porque a ideia do blog é mostrar o que eu penso, do que gosto, e nunca me privar de nada que eu queira expressar. Pronto =)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!