Más Influências não Existem

07 fevereiro 2015


Não sei qual é a dificuldade que algumas pessoas têm em assumir os próprios erros. Afinal, quem nunca errou na vida? Ninguém é perfeito, então, se você errar, não fique tentando colocar a culpa nos outros, dizendo que foi ele que mandou, que foi ele que te obrigou... se ele mandar você sair por aí usando meia calça de bolinhas coloridas e crocs vermelho você vai?
Os seus erros são uma responsabilidade inteiramente sua e de mais ninguém, assuma, conserte (se possível), aprenda algo com ele e evite repetir os mesmos erros. É assim que você cresce.

Se tem uma coisa que me tira do sério são pais que dizem coisas tipo: "para de fazer isso, para de fazer aquilo, seu irmão tá ficando igual a você, você é uma má influência pra ele". Geralmente é pros mais velhos, e isso não quer dizer que, como irmã mais velha, eu queira mandar em tudo e fazer o que eu quiser.
Só acho que os pais têm que ensinar os filhos a não se influenciarem por ninguém e serem eles mesmos, em vez de ficar copiando os outros só porque acharam legal. Não é legal, muito provavelmente o seu "filhinho inocente" já tem idade o suficiente pra discernir o certo do errado. Até uma criança de cinco anos vai saber dizer se é certo ou não pegar algo sem pedir, por exemplo. Eles sabem muito bem que é errado roubar, responder professores, diretores, sabem que é errado bagunçar na sala de aula, enfim. Não adianta culpar os amiguinhos e proibir o seu filho de andar com eles, desse jeito você vai estar criando um acomodado, de cabeça vazia, que copia os outros e depois se vitimiza por ter feito merda, dizendo que foi obrigado. Ele não foi obrigado a fazer porra nenhuma, posso estar errada, mas acho que ninguém apontou um revólver na testa do seu filho dizendo pra ele matar aula.
Ensine seu filho a fazer o certo sempre. Ensine ele a nunca copiar ninguém. E que se certos "amigos" dizem "se não fizer isso, eu não ando mais com você", basta responder: "já vai tarde, eu sou mais eu e não preciso 'testar' pra ver se é divertido ou se vai dar merda mesmo, porque eu sei que vai".

Eu, no caso, fico muito feliz em saber que eu nunca fui maria vai com as outras, se um dia eu copiei alguém, eu realmente não lembro. Não tenho que ser xerox de ninguém, eu sei muito bem o que é certo, tenho idade pra isso, então não tem por quê eu ficar agindo feito uma "vid4 lok4", com a desculpa de que eu tenho que "aproveitar a vida antes que seja tarde". É possível aproveitar a vida e agir com racionalidade ao mesmo tempo, sabia? Por exemplo: a festa de sexta não é imperdível se você trabalha no sábado de manhã. Imperdível é você trabalhar sem precisar de 12 xícaras de café, 50 latas de energético, 24 garrafas de coca cola e 37 analgésicos, caso contrário você fica: com sono e tonto de enxaqueca. Sempre terão outras festas, então porque você coloca num pedestal logo aquela que vai te atrapalhar no dia seguinte? Porque todos os seus amigos vão?

 Isso não é desculpa, meu caro. 
Você é livre pra fazer o que quiser, seus erros são uma escolha sua. Fazer o que fulano mandou foi uma escolha sua. Copiar a ciclana foi uma escolha sua, e isso não faz dela uma "má influência", e sim, de você um babaca maria vai com as outras. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!