#EscolhaBonita | Campanha Dove

12 abril 2015


Quem acompanha o blog sabe que eu simplesmente amo campanhas de auto estima. Adoro disparar por aí aquele discurso de "aceite você mesmo", "você é lindo(a), não importa o que dizem", "foda-se os padrões, tá bom do jeito que tá", e etc.
No dia 7 de Abril foi publicado no You Tube o vídeo da campanha "escolha bonita", visando mostrar para o mundo que você se sente bonita sim, do jeito que é e foda-se quem discorda disso.

Sobre o vídeo:
Em vários shoppings de várias partes do mundo, haviam duas portas e nelas foram colocadas as opções "comum" e "bonita", e cabia à pessoa escolher em qual porta entrava. 
Por "incrível" que pareça, a maioria escolheu comum, quase ninguém se sentiu boa o suficiente para entrar na "bonita". 
Durante o vídeo eu acabei pensando em qual eu entraria se chegasse em um shopping, e antes mesmo de assistir, cheguei à conclusão de que entraria na comum. "Ah, mas e seus discursos de auto estima?". Eu não vejo isso como um problema, até porque estava escrito "comum", não "feia". E quando as pessoas ficam me elogiando sem parar, dizendo que sou linda e tal, eu acho exagerado. Não falso, mas exagerado mesmo.
Não, não me acho feia. Eu amo meu cabelo (apesar dos pesares, rs), amo meu rosto, amo meus olhos, minha boca, minha barriga, meu corpo... todo o conjunto da obra. Só não me acho sensacional, qual o problema? Não acho ninguém sensacional, pra mim, cada um é bonito ao seu jeito, não existem destaques. Beleza é algo relativo: para cada pessoa que me acha feia, existe uma que me acha bonita e vice-versa. O importante é eu me achar bonita, não os outros.
 E eu me acho bonita, porém, pra mim isso é comum, entenderam?

Porém, quando o vídeo acabou e apareceu a pergunta "em qual porta você entraria?", eu selecionei "bonita". Porque no vídeo elas disseram que "comum" era só uma qualquer, apenas mais uma. Como se fosse um problema. 
Ainda não entendi qual o problema de não me sentir o centro das atenções, mas como a ideia era responder "você se aceita, sim ou não", eu respondi o que sugeria ser o "sim". Porque eu aceito.
Enfim, vamos ao vídeo:


E você? Se sente comum ou bonita? Deixe aí nos comentários ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!