12 Fatos sobre ter uma Irmã mais Nova

09 maio 2015


Este post não é pra qualquer irmão mais velho, não! Ele foi feito especificamente para quem ama sua irmã mais nova, então se você fica reclamando dela o tempo todo e dizendo que queria voltar a ser filho único, esse post não é pra você. Mas quer saber? Leia-o de qualquer jeito, quem sabe assim você vê o que está perdendo e para de esnobar o seu fã número um (ou o que poderia ser seu fã se você o tratasse bem, né?).
Obs: Eu não tenho irmãos, por isso estou me limitando a falar sobre irmãs: sei mais desse assunto.

1 ♥ Dependendo da diferença de idade, você já tem um "preview" do tipo de mãe (ou pai né) que você vai ser, e começa até a entender a super proteção:
Pra cês terem uma ideia, uma vez levei minha irmã pra ir no shopping comigo e minha atual melhor amiga. A gente sentou no banco do fundão em um lado da janela, e a Julia querendo sentar no outro canto. "JULIA! AQUI!" Claro que eu não berrei tanto, mas só de imaginar ela se perdendo já me deu um nervoso... e olha que nem pensei no pior! Eu? Uma mãe protetora? Imagina... (Em pensar que era disso que eu costumava reclamar).

2 Crises de riso e piadas internas são com vocês mesmo:
Detalhe que eu sempre me arrio na risada da minha irmã e ela acaba rindo mais ainda (não tem como não zoar, gente, só vendo pra saber). Eu gosto tanto de encher o saco dela que às vezes parece que eu sou a caçula e ela a mais velha (e eu ainda tenho a capacidade de confessar isso shuashuashua).

3 Brigas e lutas de UFC também:
                   
Só não sei como acontece aquela bruxaria de voltar a rir juntas em 2 minutos, como se nada tivesse acontecido (às vezes sem nem ter pedido desculpas! Vocês simplesmente voltam a se zoar e pronto)

4 Tem coisa melhor do que mimar sua irmã se ela tiver menos de 3 aninhos?
                             
Como eu queria ter mais uma caçulinha, gente *--* Eu amaria ajudar a cuidar! Só tem que cuidar pra não mimar demais e fazer sua irmã achar que pode tudo... às vezes, criança mimada pelo irmão consegue ser bem pior do que as que foram mimadas pelos pais (motivo: pais não costumam intimidar tanto quanto irmãos mais velhos, caso você seja homem).

Você fica meio nervosa ao imaginar a criança da casa com 16 anos, trazendo o namorado em casa:
                     
Não me larga, porra!!! (Detalhe que minha irmã tem 12 anos e quando eu tinha essa idade, minha melhor amiga era meio ~piranha~, e eu era mais na minha. Fiquei só imaginando minha irmã de 12 anos sendo rodada... meu Deus, ainda bem que ela não é.)

6 Você tem um bordão chamado "NÃO MEXE NAS MINHAS COISAS!!!"
Na verdade, aqui em casa esse bordão é direcionado à minha mãe, porque sou bem metódica na organização do meu quarto e não suporto uma formiga saindo fora do lugar (eu era mais relaxada, mas hoje em dia nem a SUA mãe vai me aguentar, meu querido u.u). Porém, sei que a maioria reclama das irmãs, por isso esse item veio parar na lista.

Falar mal do ex namorado/peguete/crush? Da ex melhor amiga? Fofocar eternamente e sem censura? Sim!
A partir dos 12, 13 anos, sua irmã vai rir junto com você daquele ex que ressurge das cinzas quando você já esqueceu ele. (Assim você já aproveita e adianta que ex bom é ex vivo pra você poder acompanhar a desgraça, aí quem sabe no futuro ela não vai ser tão trouxa quanto você foi, mas evite os detalhes fortes, ok? Lembre-se de que com 12 anos você não entendia muito bem disso).

8 Consultas de psicóloga gratuitas é com você!
                
Ensinar o que você já aprendeu sem ter tido filhos ainda é perfeito, ainda mais quando funciona e você evita ver seu bebê protagonizando o mesmo filme que você já assistiu.

9 Sair com sua irmã? Obviously!
                 
Foda-se aquela neura que muitos babacas tem de "só sair com criança", ela é minha irmã, ow! Só idiotas sentem vergonha da família.

10  Brechó caseiro é nóis!
                           
Sua roupa não te serve mais? Não curte mais aquela blusa? Partiu se livrar da bagunça e fazer a caçula lucrar!

11 Se você entrar numa fase do tipo rebelde ou algo assim, a implicância vinda dos pais será muito maior: "Sua irmã tá ficando igual a você" é uma frase inevitável e irritante. 
Ok, você não entrou no mundo das drogas, mas qual é a desses palavrões, hein, menina??? Acha isso bonito? Cê tá parecendo aqueles piá lá da rua... (Ah, só uma coisa: se sua irmã é pequena mesmo, tá na escolinha e tal, evite sim falar palavrões perto dela. Muito provavelmente ela te admira, se inspira em você e vai achar que é isso o que os "adolescentes legais" fazem. Crianças nessa idade são influenciáveis, e não têm maturidade pra medir o que falam e para quem falam. Ela não vai ter aquele cuidado de não deixar o professor ouvir o resmungo, se ela achar que é "maneiro" mandar tomar no cu, ela vai mandar. Então preserve a infância dela, ok? É tão bom ver uma criança pequena rindo e olhando desenho, pra quê estragar isso, né?)

12 Quem mexe com sua irmã ganha uma passagem só de ida pro inferno:
                    
Detesto a ideia de ver as pessoas que eu amo sofrendo e ficar sentada, assistindo. Eu parto pra luta, mesmo, e sério: nunca queiram aguentar meu humor quando eu fico histérica. (Ah: essa defesa vale pro resto da família, pros amigos e sou assim como namorada também, quando namoro shuashuashua simplesmente não suporto que falem mal de quem eu amo perto de mim).

Um comentário:

  1. Adorei seu post. Me deu novas fantasias, aumentando o sonho de ter uma irmã mais nova na família.

    ResponderExcluir

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!