20 Fatos sobre Mim | #HappyBirthdaytoMe

09 junho 2015


20 anos, cara... quem diria. Pois é, pra quem não sabe, hoje eu estou de aniversário. Ao contrário de muita gente por aí, eu sempre fico empolgada quando esse dia se aproxima. Esse ano eu até tentei ficar quieta pra ver se alguém lembrava sem eu ficar enchendo o saco feito uma criança, porém, fracassei miseravelmente.
Meu aniversário é aquele dia do ano que eu encho o saco da minha mãe pra ter lasanha com batata frita no almoço (é a melhor combinação de comida do mundo, gente, me deixa com meu pedido humilde shuashuashua). Aquele dia do ano que eu fico frustrada se esquecer de ouvir Envelheço na Cidade, da banda Ira (a letra é triste, mas o ritmo é legal e fala de aniversário, então foda-se).
Só que 20 anos é uma idade especial, digamos. Quando eu era pequena eu achava que aos 20 anos todo mundo era adulto. Mas caralho, não me acho adulta. Não só porque tenho cara de criança, e também não me considero tão imatura assim. Se não fosse pelo dinheiro eu poderia muito bem viver sozinha, e não me sinto metida por dizer isso. Não sou a dona da razão, não sou perfeita, e não sei cozinhar, mas tendo google, microondas e comida congelada, ninguém morre de fome. Foda-se o mundo.
Só é muito repentino, apesar de aos 18 anos todo mundo receber os direitos e responsabilidades que faltavam, ninguém vira adulto nessa idade. Nunca pensei isso, e até hoje considero um imbecil quem pensa. 19 anos é uma idade escrota que fica entre os 18 e o 20, só pra bonito. Bem estacionadinha. Qual é a graça de ter 19 anos? E 20 anos é aquela idade que se você ainda age como quem tem 15, você tem sérios problemas. Mas definitivamente não vai ser mais reconhecido por ter o mínimo de bom senso, porque como já diria sua mãe, não faz mais do que sua obrigação. E eu concordo, sinto muito. Acho escroto ser um adolescente em um dia e achar que isso pode mudar em um segundo. 
20 anos faz eu tentar lembrar de quem eu era aos 5 anos, a personificação da fofura e inocência. Me faz lembrar dessa música. Aos 10 eu era uma peste, ora risonha, ora raivosa. Isso não mudou muito, só estou um "pouquinho" mais evoluída (também, né? Tacasse a chibata se não estivesse!!!). Aos 15 eu era louca, dramática, tímida, bipolar, alegre e sem vergonha. Tudo na mesma pessoa, alternando sem o meu controle, por mais que eu tentasse assumí-lo hahaha. Aos 20... sou uma pessoa com vários planos na cabeça, que torce pra tudo isso dar certo e fica com dor de estômago se me estressar demais (brigada, estômago ¬¬ Essa é nova!).
Ter 20 anos faz eu tentar adivinhar quem eu vou ser aos 25 e aos 30 anos, e se eu vou ter conseguido pelo menos uma das coisas que eu estou querendo agora. Não, eu não vou ser o orgulho da minha criança de 5 anos: ela era boba, tadinha, tinha medo de quem usava piercings, tatuagens e não gostava de metal. Eu amo isso tudo agora, e se eu xingasse a coitada ela começaria a chorar '-' Pirralha de merda!
Agora que eu já fiz meu textito fofo, filosófico e reflexivo, decidi fazer 20 fatos sobre mim porque sou muito egocêntrica. u.u Mentira, só gosto de listas mesmo. 

1♥ Eu consegui largar manias piores, porém, até hoje não consegui parar de roer unha. E faço isso desde pequena.
2♥ Eu amo filmes de Terror, em especial aqueles sobrenaturais. Sempre aproveito pra zoar, e se eu sentir medo, é uma questão de horas (poucas) pra eu começar a rir de mim mesma.
3♥ Sim, eu sinto prazer em ter medo de filme de Terror. E pra quem não entende, vou explicar: o medo é irracional. Mesmo se for baseado em fatos reais, não tem nenhum psicopata atrás de mim, o que dirá o vilão do filme. É essa a graça do medo: nada de ruim vai acontecer de verdade.
4♥ Passei o Ensino Médio inteiro sem usar dicionário de inglês, e nessa matéria eu passei direto. Porém, não sou fluente. O meu esquema era o seguinte: eu sabia a maioria das palavras do texto, o que me permitia saber do que se tratava sem saber exatamente o que estava escrito. Eu podia até responder as perguntas de interpretação de texto, e no resto do tempo eu podia dormir sem ser julgada. Era meu momento de folga u.u
5♥ Quando eu era pequena eu tinha tanto medo de borboleta que chorava histericamente toda vez que uma ditocuja se aproximava. Porém, minha mãe precisava me pegar no colo se aparecesse um sapo, senão eu pegava ele na mão '-' Lógica pra quê?
6♥ Eu tenho um medo leve de qualquer bicho relativamente grande que pule, rasteje ou voe perto de mim. E o nervosismo piora se eu não conhecer ele e/ou ele encostar em mim. Digamos que um simples louva-a-deus pode me deixar sem ar, e eu faço questão de chamar ele de louva-satanás. E cala essa tua boca que medo de insetos é o medo mais comum que tem, não é frescura porra nenhuma u.u
7♥ Queria muito saber tocar bateria e acho que seria um jeito ótimo de extravasar as emoções, porém, não tenho coordenação nem pra fazer uma trança.
8♥ Eu sou uma vaca: sempre que eu convido alguém pra sair eu sinto vontade de desmarcar quando o dia chega, só porque fiquei com preguiça de sair da cama. Mas nem sempre desmarco, e sim, eu fico puta se a pessoa desmarcar quando eu tô pronta, sendo que eu enfrentei uma luta feroz contra meu desânimo pra isso.
9♥ Até hoje eu posso não perceber minha própria TPM (porém, todo mundo ao meu redor percebe, shuashuashua).
10♥ Nesse post eu disse que meu primeiro beijo foi bom, porém foi uma bela bosta e parecia que o cara tava lambendo minha boca por dentro. 
11♥ Eu fui muito zoada na minha infância, mas nunca levei ovada no meu aniversário. E senti muito prazer ao ver uma garota que eu detestava levando 12 ovos podres. TOMA, PIRANHA. Mereceu u.u
12♥ Uma vez eu sonhei que estava andando no que parecia um beco, no crepúsculo, e tinha uma velha sinistra com um gato preto no colo, me olhando com um olhar malicioso. Isso me deixou tensa no sonho e apesar de não ter sido nem um pouco traumatizante, eu lembro dele até hoje. Um tempo depois, eu passei por aquela mesma rua quando fui fazer trabalho em grupo com umas amigas. Foi a coisa mais escrota que já aconteceu e pelo que parece, o mais perto de uma experiência sobrenatural. Mas mesmo assim eu não acredito nesse tipo de coisa (e nem deveria, porque né ¬¬).
13♥ Eu não acredito em horóscopo, porém, gosto de ler de vez em quando por não ter o que fazer.
14♥ Não acredito em reencarnação, mas queria muito que fosse verdade porque histórias que continuam de vida em vida são legais. Ou não: uma vez eu li que é impossível sonhar com um lugar em que você nunca esteve, e quando eu sonhei com aquela rua sinistra eu nunca tinha visto ela. Quem acredita em reencarnação diria que eu conheci em outra vida, ou seja: em DUAS vidas eu tive a porra do azar de nascer em São Leopoldo!!!! Caralho, por que isso????
15♥ Eu sou MUITO desatualizada quando se trata de filmes porque aparentemente minha mãe ia no cinema todo dia quando era adolescente. Toda vez que passa um filme que ela não quer ver de novo ela troca e eu fico puta da vida. Sou muito querida, não esqueçam disso.
16♥ Moro com gente viciada em TV e essa praga fica ligada 24h por dia, o que faz com que eu deteste isso e só sinta vontade de assistir de vez em quando. Aprendi a detestar certos programas de auditório pelo simples fato de ter que aturá-los todo domingo. MA OI! ¬¬ 
17♥ Não, eu não gosto de High School Musical e essa trilogia quase faz eu detestar musicais. Mas aí eu lembro que tem Camp Rock e passa (apesar de o nome ser Camp Rock e eles só tocarem pop, mas deixa quieto).
18♥ Eu choro muito pouco e pra chorar com um filme/livro, eu preciso ter lembrado de algo que me afete muito. Mas se alguém descobrir que eu chorei, eu vou inventar uma desculpa pra dizer que a cena é triste e se a pessoa não acreditar, ela que se foda e me deixe porque me recuso a falar mais do que isso.
19♥ Meus três ícones, digamos, são AC/DC, Demi Lovato e Felipe Neto. Sou do tipo que admira por detalhes da personalidade e história, me identificando ou não, mas não faço a menor questão de acompanhar notícias sobre a pessoa (porque né? Grandes bosta). 
20♥ Eu sou bem perfeccionista e metódica com algumas coisas, mas nem sempre eu tenho ânimo, energia, paciência ou tempo pra manter tudo do meu jeito. E sim, isso me incomoda, eu fico com raiva de quem me cobra e mais raiva ainda de quem resolve que quer arrumar minhas coisas (NÃO mexe nas minhas coisas, caralho! Cê não sabe dos meus esquema u.u ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!