"Isso não é assunto seu" Whatever!

07 julho 2015


Esqueça um pouco seu próprio umbigo, só porque você é egoísta não significa que o mundo inteiro deva ser também. Pare de arrumar desculpas para ser frio e ignorante. Pare de arrumar uma brecha pra achar que sabe de tudo, para achar que seus problemas são os únicos que podem ser chamados de problemas. Para achar que problema "x" não passa de drama, porque na sua opinião ele não é tão ruim quanto o seu.
Tentar entender não é crime, não é errado. Você teria amigos melhores se fosse mais compreensivo e menos arrogante.
Você pode muito bem se importar com a cura do câncer sem nunca ter tido essa doença nem conhecido alguém que tenha. Você pode muito bem defender a causa LGBT sem ser gay nem ter amigos gays. Você pode muito bem ser contra o Bullyng sem nunca ter passado por nada nem parecido.
Se alguém te disser que você está falando merda e sendo hipócrita, falso, só porque nunca passou por nada parecido e mesmo assim tenta entender, mande essa pessoa se foder. E se você é quem diz essas coisas, bem. Vá se foder.
Empatia não é um defeito. E não é uma qualidade adequada apenas para casos em que "rola uma identificação". 
O assunto aqui é globalização, my friend: o mundo sendo apenas um só. Divisão de países? Países são apenas nomes. Os problemas da China são seus também, porque você mora nesse lugar. A China fica no planeta Terra, e você mora nesse planeta. Portanto, importe-se. 
As mulheres querem seus direitos, querem igualdade entre ambos os sexos. Mas você é homem. Aliás, "mas" nada! Informe-se sobre o feminismo e saberá que essa igualdade pode ser boa pra você também. E mesmo se sua vida não mudasse com isso, é um problema do planeta Terra. E você mora aqui, portanto, importe-se. Sem falar que você convive com mulheres, né? Quer ver sua mãe feliz? Sua amiga, suas primas, sua namorada ou futura namorada caso esteja solteiro? Então importe-se.
A fome no mundo pode não estar te afetando hoje, mas mesmo assim não desperdice comida. E quando um mendigo te pedir dinheiro pra comprar comida, ao menos compre algo pra ele se puder. Importe-se. 

Até mesmo o que não é assunto seu pode muito bem ser assunto seu. Deixe o espelho de lado um pouco, destranque a porta do seu mundinho de merda e vá tentar entender algum outro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!