Sobre pegar e não se apegar

02 julho 2015


O que tem de mal nisso? Não pegue pessoas comprometidas, tenha no mínimo um pouco de cuidado com quem você vai sair, use camisinha e não terá problemas.
Sem expectativas, sem decepções, não é mesmo? No fundo você tem aquela imagem de parceiro(a) ideal, só não tem certeza se ele(a) existe de verdade.
Antes colecionar ficadas do que namoros. Para namorar é necessário confiança, é necessário ter fé. É necessário conhecer alguém que entenda sua história e seja legal o suficiente pra não contar tudo quando o romance acabar. 
Uma pena você ter dedo podre, né? Acontece. Mas um ficante qualquer não precisa entender sua história, é só um beijo, não é um pedido de casamento. Depois de um tempo você não irá se lembrar dele, nem ele de você. Talvez vocês nem se reconheçam de tão bêbados que estavam. Vergonhoso? Talvez. Mas é melhor do que ter várias pessoas te conhecendo por inteiro. Sua história torna-se algo inútil e vazio pra quem não te conhece mais, e tudo o que sobra é aquele incômodo básico de saber que tem pessoas demais te conhecendo mais do que deveriam.
Colecionar beijos é melhor do que colecionar decepções. Você não precisa de histórias agora.
Precisa de foco. Foco nos seus planos profissionais e acadêmicos, e uma balada não distrai tanto quanto uma paixão avassaladora. Baladas você combina, organiza, marca pro dia que for melhor. Paixão não, ela está com você o tempo todo. Te enchendo o saco com ideologias desnecessárias e utópicas.
Guria, você é uma biscate. Cara, você é um galinha. Tenha um pouco de esforço para não se importar tanto com esses rótulos. E mais esforço ainda para não se importar com a vida vazia que você leva.
A "melhor pessoa" ainda não apareceu. Só o que você viu foram idiotas fantasiados de pessoa ideal, mas você arrancou a máscara antes de sentir algo mais. E a maioria sequer desconfia.
Você não precisa fugir do amor, ou precisa? Talvez apenas um pouco, por enquanto, por um tempo.
Talvez um dia ele venha e te faça bem. Mas enquanto não vier, pra quê esperar sentado? Distraia-se. Trabalhe, estude, beije e transe. Um pouco de organização pode ajudar a não deixar que uma coisa interfira em outra. E sabe aquilo que as pessoas falam sobre a sua vida? Esqueça. Elas não têm nada a ver com isso, não sabem dos seus motivos e nem precisam saber. Talvez uma pia cheia de louça pra lavar ajude-as a encontrar seu caminho. O caminho da puta que pariu eles.
Apenas seja feliz com o que tem, para um dia não depender demais de quem terá.
Bagunças te fazem crescer, elas te oferecem o autoconhecimento que você precisa ter antes de se entregar de vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!