Repeat

02 abril 2016


Quer saber? Foda-se.
O clichê é inevitável. Ele está nos livros, nos filmes, nas músicas, nas séries e nas novelas.
E eu não falo apenas de frases bobas e repetitivas como "você é o amor da minha vida" ou "você é minha segunda metade".
Falo de histórias.
Querendo ou não, acaba-se gostando delas. A gente se apaixona pelo clichê dos amigos que se apaixonaram. Ou da dupla que se odiava mas passou a se amar. Ou daquela pessoa que não queria se apaixonar mas conheceu alguém que a fez mudar de ideia. Ou daquela garota tímida que se apaixona pelo popular.
E nos final, todos os clichês dão certo.

Mas na vida real é diferente.

O clichê é bom, é bonito, é romântico, mas a surpresa é ainda melhor.
Pra quê dar flores e chocolate se você pode dar um chocolate em forma de flor?
Pra quê trocar apelidinhos melosos e chatos se vocês podem trocar piadas e risadas?

Não me engane, vamos devagar.
Sem expectativas, sem planos e sem promessas de ficarmos juntos para sempre (nem eu sei se vou te querer para sempre!).
Não existe amor à primeira vista, isso aí é mentira que a indústria de romances contou para a gente. Tudo isso que você sente à primeira vista é só atração, ou até fogo no rabo.
Não basta, mas pode evoluir. Amor? Talvez um dia.

Como já dizem os ditados:
Devagar se vai ao longe.
A pressa é inimiga da perfeição.
Então vamos pegar leve, desliga esse cronômetro, joga fora esse alarme.

Clichê é bom, é bonito, é romântico, mas a surpresa é ainda melhor.
E se tem uma surpresa que é boa, é aquela pessoa que permanece em sua vida sem que seja necessário o seu esforço. Sem que seja vivente o medo de perder.
E ela é tão boa que poderia vir a ser um clichê. Provavelmente, o melhor clichê de todos.

2 comentários:

  1. HAHAHA adorei a mensagem aqui em cima da caixa de comentários :p
    gostei do texto e acho que é bem assim. Apesar de não ser muito chegada a essas histórias de romance, um clichêzinho sempre acaba me atraindo. E apesar disso, a vida real (que não segue roteiros prontos e clichês) é ainda melhor e esquecer disso é um erro.
    Fiquei pensando em quantas pessoas se martirizam por não ter um romance de livro/novela e perdem algo bem melhor...

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras|Vem participar da resenha premiada e top comentarista de abril ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, sem falar naquela pressa idiota de nem ter tido três encontros ainda e já querer dizer "meu amor, eu te amo, vamos ficar juntos pra sempre". Aí os dois vão vendo os defeitos um do outro e por algum motivo, o "pra sempre" só dura 3 meses ¬¬

      Excluir

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!