Obrigação de mulher deve ser lembrar que não é obrigada a nada.

07 novembro 2016



Neste fim de semana tivemos o Enem (pra quem não teve o local de prova ocupado). Eu poderia comentar o assunto da redação (o qual eu amei muito ♥), mas vou comentar outra coisa.
Ao chegar na escola, fui correndo procurar a sala, subi as escadas, não achei, voltei, pedi ajuda pros funcionários... aí eu encontrei.
Quando terminei e estava indo pra casa, vi que tinha deixado uma coisa passar despercebida. Fiquei morrendo de vontade de tirar foto, mas só podia ligar o celular do lado de fora do portão.
Domingo, na hora de entrar, fotografei cada pedacinho, e assim que pude, juntei tudo.

Ignorem o errinho de português em uma das frases rsrsrs

Eu acho tão lindo ver o feminismo sendo abordado nas escolas... nas duas que eu estudei (uma para o fundamental e outra para o médio), não tinha nada disso. 
Mas o que mais chamou a minha atenção foi a folha colada no centro do cartaz.
Tive que comentar com as fiscais, e vou comentar aqui também.



1. "Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas"
Mas o que exatamente causa ciúmes e dúvidas? 
Amigos? Colegas de trabalho? Uma roupa curta? Ver as amigas? Sim, tem gente que gosta de provocar ciúme porque "ele fica tão fofo quando fecha a cara", mas às vezes, o ciúme é exagerado. Se a mulher se sente culpada por trabalhar, por ter amigos, por ver as amigas, etc, é sinal de que o relacionamento dela é tóxico. Apenas isso.

2. "Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afeto"
Ah, ok. Provocar ciúmes é errado, não pode irritar o marido, agora, se ela estiver desconfiada, adivinha?
A culpa é dela. Porque se ela for traída, ela não foi ____ o suficiente (preencha a lacuna com o que quiser: carinhosa, meiga, inteligente, esperta, boa cozinheira, boa de cama...).
Filha, se um dia você for traída, lembre-se: o único errado da história é ele por não ter caráter. Trate de ficar de consciência limpa, porque quem chifrou não foi você. 

3. "A mulher ideal é carinhosa dentro de casa e austera fora dela"
Claro, porque mulher que demonstra afeto em público, mulher que ri, que conversa é o que? 
Puta, né?
¬¬

4. "A desordem no banheiro desperta no marido a vontade de ir tomar banho na rua"
Pois que vá, então.
E não volte.

5. "A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas, nada de incomodá-lo com serviços domésticos".
Mi casa, su casa.
Mi serviço, su serviço.

6. "A esposa deve vestir-se depois de casada com a mesma elegância de solteira, pois é preciso lembrar que a caça já foi feita, mas é preciso mantê-la bem presa"
O homem que só gosta de você quando está arrumada não gosta de você, e sim da Avon. Portanto, no aniversário de casamento de vocês, dê um kit de maquiagem de presente: ele vai a-do-rar.
E lembre-se: nada justifica uma traição. Seu marido não deve ser uma "caça". Se o relacionamento é a dois, o esforço pra que tudo dê certo deve ser dos dois. E ele deve gostar de você como você é, isso deve ir além das aparências.

7. "A cozinha pode ser a causa do naufrágio de um lar... ou do levantamento"
...
Eu preciso mesmo dizer que aprender a cozinhar não vai fazer os dedos dele caírem?

8. "Se o seu marido fuma, não arrume brigas pelo simples fato de cair cinzas no tapete. Tenha cinzeiros espalhados por toda a casa"
Em primeiro lugar, ele que deixe de ser porco.
Sem falar que, fumar faz mal pro coração, não é algo que deva ser encorajado. 
Fumar em locais fechados também não é recomendado, porque a fumaça pode fazer mal a quem respirá-la. Ou seja, a mulher é obrigada a respirar fumaça de cigarro só pro homem não ficar irritadinho?
Please.

9. "É importante compreender a diferença entre um flerte inocente e certas facilidades, que fazem uma mulher perder o seu próprio respeito e o dos rapazes".
Respeitar o próximo é uma atitude que deve independer de gênero. Ser mulher não deve obrigar ninguém a se esforçar pra não perder o respeito. Esse direito tá incluído na comissão de direitos humanos. 

10. "A mulher deve estar ciente de que dificilmente um homem pode perdoar uma mulher por não ter resistido às experiências pré-nupciais, mostrando que era perfeita e única, exatamente como ele a idealizara"
Mulher que não é mais virgem? Nossa, que absurdo! Imperdoável, prendam essa vadia! 

11. "Se a mulher deu um mau passo deve arrepender-se de seu erro, deixar de lado o amor proibido e as ligações perigosas e assumir seu erro, propondo-se a não cometê-lo novamente."
É impressionante como a mulher sempre leva a culpa, independente do que acontecer. Uma das primeiras dicas inocentava a traição do marido fazendo com que isso fosse culpa da mulher. 
Traição é errado? Sim. Para ambos os sexos, não apenas para a mulher.

12. "Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva. na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu"
É aquela velha história do "ah, seja difícil", "não seja fácil", "homem bom gosta de mulher que se preserva ao máximo, se você cede muito rápido, fica com má fama".
Notem que esse tipo de pensamento desmoraliza a nossa liberdade. Homem pode fazer a gente de gato e sapato se quiser, né? Normal, eles são assim mesmo. 
Mas a mulher? Noooossa, não pode, é feio. Puta, vadia, vagabunda. 
Foda não poder simplesmente sentir prazer, apenas para não falarem mal da gente. 

13. "O noivado longo é um perigo"
'-'
Vou nem comentar. 

14. "O lugar de mulher é no lar, o trabalho fora de casa masculiniza"
Acho que tem uma coisa errada comigo. Era pra ter crescido uns pelos, bigode, músculos, um pênis... deve ter atrasado, devo ir no médico?

15. "Não acredite que uma fatia de queijo e um sorriso luminoso podem substituir um jantar malogrado".
Releia o comentário 7, morro de preguiça de repetir o que já foi dito. Ou escrito.

16. "É fundamental manter a aparência sempre impecável perto do marido".
Enquanto isso, ele tá lá, com um barrigão de cachaça peludo de fora da regata branca, cheiro de asa, chulé, com um copo de cerveja numa mão e o cigarro em outra. Basta reler o comentário seis.

"Até o início da década de 60 as atribuições masculinas e femininas eram bem definidas. O homem mantinha uma posição confortável. Trabalhava e desempenhava o papel de mantedor do lar. A mulher era a rainha da casa, deveria ser boa cozinheira, econômica, carinhosa, recatada e dócil. Na época áurea do casamento tradicional não existia o divórcio nem a pílula. A virgindade era o selo de garantia da mulher e as lágrimas sua arma invencível"

Quem dera essas coisas acontecessem apenas até o início da década de 60, mas até hoje existem pessoas que pensam assim, e não apenas homens, mas mulheres também.
O mundo está evoluindo e muitos(as) estão mudando de opinião sobre o assunto, tornando-se mais justos e liberais. Mas ainda tem muito machismo a combater.

O que a gente precisa é de conversa.
Se você entendeu e concorda com todos os meus comentários, não seja aquela que joga pedras em todos que discordam de você. Por mais que eles estejam errados e mesmo que a tenham ofendido, rebater só nos coloca em um ciclo vicioso (uma briga viciosa). As ofensas aumentam, e ninguém se entende.
Porém, se expormos nossos pensamentos com calma e cordialidade, as chances de chegarmos a um consenso aumentam, já que (quase) não tem com o que se ofender. E digo quase, porque por estarem acostumados a pensar de certo modo, eles (e elas) acreditam que essas mudanças sejam um absurdo imoral. 

Não, não é a única nem a mais rápida solução para o caso, mas é um modo de abrir as mentes que muitos se esquecem de colocar em prática.
Sim, fui irônica e ofensiva em muitos comentários apenas para dar ênfase no pensamento machista que ainda é muito repetido hoje em dia. 
Mas aconselho que na hora de um debate, deixemos nossa raiva e sarcasmo de lado e apenas conversemos em paz.


2 comentários:

  1. Ooi Amanda; primeiro, que saudade de você! Mais de um mês sem escrever, hein? E com isso a internet se tornou mais triste durante o mês de outubro. Eu já estava sentindo falta dos seus textos, viu; e, até do seu sarcasmo, você tem ótimas sacadas durante a estrita. Não escreve vormalmente, não se torna chata; e consegue passar a mensagem que deseja sem apelar pros velhos clichês que conhecemos bem. Sobre o feminismo, Amanda, até me dói dizer isso, de verdade, mas essa realidade não vai mudar tão já. A Bíblia vê as mulheres de forma totalmente machista, basta ver algumas leis que proíbem a dita cuja de falar. De falar, cê entende? E já que o tema da redação foi "intolerância religiosa", acho interessante destacar a intolerância de várias religiões contra a mulher ainda nos dias de hoje, e o pior é ver mulheres que sujeitam-se à isso. Uma religiosa afirmou que "deus fez assim, é pra ser assim, não posso mudar". E aí nem dá pra falar nada, tão forte é esse pensamento. E pensa que é só? Até dentro das famílias, o machismo é passado de mãe pra filha, de avó pra neta, e agora, ainda bem, temos a internet que apresenta uma visão mais ampla dos modelos de comportamento. Outro dia você escreveu um texto legal (um dos seus melhores), onde questionava se devemos continuar nos importando. Você manifestava certo desânimo, e, do jeito que as coisas mudam devagar, é pra desanimar mesmo... Mas tamos aí, né? E vê se não para de escrever! Seu blog faz falta na web.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gosta tanto dos meus textos, adoraria saber o seu nome, mas né kkk
      Tava meio sumida por causa de umas coisas que eu precisava resolver, mas logo eu volto. Concordo com tudo o que você falou, o foda é que esse machismo passado de mãe pra filha acaba sendo mascarado de "proteção", porque elas mesmas, considerando que vêm de uma época mais retrógrada, acreditam que é o certo.

      Excluir

E então, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de me mandar pra puta que pariu, e dizer que eu sou uma escrota? Fala aí!